Policiais civis capixabas prendem vereador suspeito de assassinar prefeito da cidade mineira de Naque

Foto: Ilustrativa.

 equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vitória prendeu nessa terça-feira (16), o vereador M.A.L., de 56 anos, apontado como suspeito de assassinar o prefeito da cidade de Naque em Minas Gerais, no último dia sábado (13). Hélio Pinto de Carvalho, de 55 anos, foi assassinado com seis tiros no abdômen. O mandado de prisão preventiva foi cumprido na casa da irmã do suspeito localizada no bairro Mata da Praia, em Vitória.

Segundo o titular da DHPP, delegado Janderson Lube, as investigações começaram após o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado de Ipatinga (Gaeco) de Minas Gerais, realizar contato com a delegacia informando que o suspeito teria fugido para o Estado após cometer o crime. “Diante disso, identificamos três possíveis endereços onde o suspeito poderia estar todos eles em Vitória.  Fizemos contato com a Polícia Civil de Minas Gerais que solicitou o mandado de prisão à justiça mineira e expedido pela Comarca de Açucena”, explicou.

O delegado disse ainda que, durante as investigações, os policiais identificaram que o vereador possuía três veículos em seu nome. “Por isso, nós incluímos os veículos no cadastro do Cerco eletrônico de Vitória, porém ele não utilizou nenhum deles. Além disso, também realizamos buscas em hotéis da Grande Vitória e comunicamos a existência do mandado de prisão contra ele à Polícia Federal no Aeroporto de Vitoria e a Polícia Rodoviária Federal, pois recebemos informações de que havia a possibilidade de ele fugir do país”, afirmou.

O delegado destacou ainda que no momento da prisão, M.A.L. limitou-se apenas a se defender das acusações. “O que chamou nossa atenção é que ele mudou a aparência dele e pintou o cabelo de preto, numa tentativa de ludibriar a polícia e permanecer foragido”, disse.

A delegada Nicole Santiago, que também atuou no caso, ressaltou ainda que, no dia do crime, o suspeito foi preso em flagrante na cidade mineira. “Ele foi submetido à audiência de Custódia, mas foi liberado após se comprometer a comparecer em juízo quando solicitado e não se ausentar da Comarca”, informou.

Após ser conduzido até a DHPP, o vereador mineiro foi transferido para o Centro de Triagem de Viana (CTV), onde está à disposição da Justiça mineira.

Siga, Curta e Compartilhe:
error