Boletim da PM indica que MP de Guaçuí pode ter sido aberto com chaves quando alarme disparou

Foto: Danielle Muruci.

O Ministério Público de Guaçuí amanheceu com suspeita de arrombamento, nesta terça-feira (2). A Polícia Militar foi acionada e permaneceu no local, juntamente com o Gaeco e o promotor de justiça.

Segundo a Polícia Civil, uma equipe de Cachoeiro de Itapemirim foi chamada para realizar a perícia no prédio do órgão público.

Com a suspeita, o expediente hoje no MP precisou ser suspenso até a conclusão das análises periciais. Nenhum funcionário teve autorização para entrar no prédio enquanto isso.

Ainda não há informações se algo foi retirado do local. Imagens de seguranças serão entregues à PC para as investigações.

De acordo com a Polícia Militar, um funcionário que presta serviços para a empresa de monitoramento do Ministério Público chamou os militares após o alarme só prédio disparar.

Esse funcionário informou que a empresa solicitou que ele deslocasse para o MP e, ao chegar no local, se deparou com a porta de entrada principal completamente aberta. Uma segunda porta, de grade, dentro do prédio, também estava aberta por completo e com a chave na fechadura.

O funcionário bateu palmas para ver se havia alguém no local, mas não obteve resposta. Ele saiu do local e chamou a Polícia.

No local, os militares entraram no prédio para realizar uma varredura e verificar se havia alguém no local. Mas ninguém foi localizado.

Ainda segundo a PM, funcionários do MP não souberam confirmar se a porta foi trancada após a saída, no dia anterior.

Siga, Curta e Compartilhe:
error