Crime brutal: Mulher morre ao ter cabeça esmagada com pedra de 20 quilos em Alegre

Foto: Divulgação.

Um crime brutal na madrugada deste domingo (14), chocou os moradores da localidade de Rive, distrito de Alegre. A jovem Jussara Fernandes de Paula, de 24 anos, foi morta a pedradas em um campo de futebol.

Segundo a Polícia Militar, o autor do crime, M. B. de O., de 22 anos, foi detido na praça do distrito. Após matar Jussara (conhecida como Lorotinha), M. foi até sua residência, tomou banho e voltou para a rua.

Testemunhas contam que viram Jussara subindo em direção ao campo com o suspeito. Um tempo depois o rapaz desceu correndo do campo, todo ensanguentado e dizendo que iria em casa tomar banho e que retornaria até a praça do distrito.

Suspeitando que algo teria acontecido, algumas pessoas que estavam na praça foram até o campo de futebol.

Ao chegar no local, as testemunhas encontraram Jussara caída ao chão, toda ensanguentada com uma pedra de aproximadamente 20 quilos em sua cabeça, ocasionando o esmagamento do crânio e perda de massa encefálica.

A Polícia Militar isolou a área e acionou a equipe de perícia da Polícia Civil.

Em seguida, o suspeito detido na praça de Rive. Ele não resistiu a prisão e confessou ter matado Jussara. A motivação do assassinato seria, segundo M., porque ela estava o caguetando. Com o rapaz foi encontrado uma pedra de crack e um pedaço de tesoura com ponta.

A vítima era natural de Alegre e moradora de Jerônimo Monteiro. Jussara deixa uma filha de quatro anos.

O suspeito foi encaminhado para a Delegacia Regional de Alegre e, em seguida, ao Centro de Detenção Provisória (CDP), de Cachoeiro de Itapemirim.

Siga, Curta e Compartilhe:
error