Caso Artur: MPES denuncia pais por homicídio do filho de 5 anos em Dores do Rio Preto

Foto: Divulgação.

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de Dores do Rio Preto, denunciou os pais de Artur Moura Silva, de 5 anos por homicídio, omissão e tortura.

A peça acusatória relata que desde o dia 12 de agosto de 2018 a criança apresentava visíveis sintomas de febre alta, dores no corpo, cefaleia, falta de apetite, vômito, diarreia, inconsciência e convulsões. Os pais, entretanto, só a levaram ao Pronto-Socorro de Guaçuí no dia 15 de agosto.

Na ocasião, os sintomas se agravaram e o menino apresentava fraqueza, não falava nem se movia, apresentava crise convulsiva, febre alta, inconsciência e não respondia a estímulos, vindo a óbito horas depois.

As investigações apontaram ainda que o pai agrediu fisicamente a vítima com socos e chutes, por reiteradas vezes, entre os dias 12 e 15 de agosto, mesmo diante do grave quadro de saúde que a criança apresentava.

A mãe, por sua vez, apesar de presenciar as agressões, nada fez para resguardar a integridade física do filho. 

A Justiça recebeu a denúncia do MPES e determinou que os réus, que estão presos, sejam julgados pelo Tribunal do Júri, em data a ser marcada.

Siga, Curta e Compartilhe:
error