Temos esperança de encontrar sobreviventes, diz governador de Minas

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, disse hoje (26) que mantém a esperança de encontrar sobreviventes após o rompimento da barragem da mineradora Vale em Brumadinho. “Vamos fazer o possível e o impossível para isso”, destacou, por meio de seu perfil na rede social Twitter.

Zema sobrevoou mais cedo a área atingida pelos rejeitos da barragem, acompanhado do presidente Jair Bolsonaro que, segundo ele, prometeu todo apoio da União a Minas Gerais. Ainda no Twitter, o governador agradeceu a solidariedade e a ajuda ao povo mineiro e disse que todas as providências em relação à tragédia serão tomadas.

A tragédia

O rompimento da barragem de rejeitos B1 ocorreu no início da tarde de ontem (25), na Mina Córrego do Feijão. A quantidade de rejeito acumulada na estrutura fez com que uma outra barragem transbordasse. A lama atingiu uma área administrativa da companhia e parte da comunidade de Vila Ferteco.

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais registrou, até o início da madrugada de hoje, nove mortes após o rompimento da barragem. O último balanço da corporação aponta ainda o resgate de nove pessoas com vida da lama de rejeitos e de cerca de 100 pessoas que estavam ilhadas.

 O Presidente da República, Jair Bolsonaro, durante sobrevoo da  região atingida pelo rompimento da barragem Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho/MG.

Isac Nóbrega/PR

Agência Brasil
Autor: Paula Laboissière – Repórter da Agência Brasil

Siga, Curta e Compartilhe: