Projeto 2 por 1 no Teatro Fernando Torres este fim de semana

Foto: Divulgação.

Os espetáculos “Viajante”, da Companhia Do Outro, de Vitória, e “A Culpa”, do Grupo Anônimos de Teatro, de Cachoeiro de Itapemirim, estarão em cartaz no Teatro Municipal Fernando Torres, neste sábado (27) e domingo (28), ambos às 19 horas. A entrada é franca, sendo apenas necessário chegar com uma hora de antecedência, ao teatro, e retirar o ingresso na bilheteria.

As peças integram o projeto 2 por 1, aprovado no edital de Circulação de Espetáculos Teatrais, da Secretaria de Estado da Cultura. Juntos, os monólogos irão se apresentar em cinco cidades capixabas, entre abril e maio. Em comum, os espetáculos contam com a atuação, em dois solos, de Luiz Carlos Cardoso.

Viajante

O espetáculo “Viajante” tem direção e dramaturgia de Fernando Marques (Grupo Z de Teatro) e narra histórias de personagens que um dia cruzaram o caminho de um andarilho, nos diferentes lugares por onde passou. Ao longo de sua trama, a peça resgata memórias, afetos, perdas e fala sobre descobrir e perder a si mesmo. Assim como construir e ser construído por histórias, como a de uma mulher que vai, todos os dias, à praça de sua cidade esperar por alguém. Um pai que se despede do filho na porta da sala de embarque. Ou um homem que volta à cidade natal e se dá conta de que não sabe muito de si. O malabarista de semáforo pego pela polícia. E o viajante que viu essa gente, além de um ator que dá corpo ao viajante.

Viajante estreou no final de 2014, já tendo sido apresentado na Mostra SESC Cariri, no Ceará, representando o Espírito Santo numa das mais concorridas vitrines culturais brasileiras. Também teve apresentações ao longo de 2015, em projetos do SESC Glória, em Vitória – Palco Giratório, Aldeia SESC e Cena Local. Foi selecionado no Festival Nacional de Teatro de Vitória e no Festival Nacional de Teatro de Guaçuí, onde recebeu o prêmio de melhor texto e melhor cenografia, além de indicações para melhor espetáculo, melhor ator, melhor diretor e melhor iluminação. Em 2016, participou do V Festival de Leituras Dramáticas Capixabas, em Cachoeiro.

Foto: Divulgação.

A Culpa

Já o espetáculo “A Culpa” é baseado no texto “Carta ao Pai”, do escritor Franz Kafka (1883-1924). Em “Carta ao Pai”, considerada uma obra especial, por não ser ficcional, já que é o próprio Kafka quem expõe suas relações com o pai, deixando para a eternidade a verdade de seus sentimentos – e justamente não serem ficcionais –, os fatos verídicos vão se formando, na cabeça do leitor que dá às palavras e histórias seus sentidos próprios, de acordo com seu repertório emotivo. Ou seja, cada leitor tem a sua perspectiva ao ter ideia das confissões kafkianas. E, finalmente, porque Kafka é classificado como o mestre em expressar o verdadeiro significado da literatura (suas palavras evocam os sentidos). Em “Carta ao Pai”, sem personagens ficcionais, sem ideias mirabolantes, sem mentira, a citação “no mundo de Kafka, a história é o que é: a realidade como é retratada” (Begley, 2010:178) é mais que verdadeira.

Sua estreia aconteceu no final de 2012 e já participou de diversos festivais do nordeste, sudeste e sul do Brasil. Foram muitos prêmios, também, em apresentações ao longo de 2013, 2014 e 2015, no Chile, Colombia, Uruguai, Portugal e Itália.

Agenda – 2 por 1

Teatro Fernando Torres

A Culpa – 27 de abril – 19 horas

Gênero: drama, monólogo

Duração: 40 minutos

Classificação: 12 anos

Viajante: 28 de abril – 19 horas

Gênero: drama, monólogo

Duração: 50 minutos

Classificação: 12 anos

Ingressos gratuitos

Siga, Curta e Compartilhe:
error