Começa no próximo domingo (4) o 20º Festival Nacional de Teatro em Guaçuí

Foto: Divulgação.

Acontece em Guaçuí, no período de 4 a 10 de agosto, o 20º Festival Nacional de Teatro. O evento é um dos mais importantes no cenário teatral do Espírito Santo, com destaque em mídias nacionais. Tudo isso graças ao trabalho sério, de compromisso com a qualidade, que também é exigida aos participantes pela equipe realizadora.

O evento é coordenado pelo Grupo Teatral e Ponto de Cultura “Gota, Pó e Poeira”, e tem o apoio da Prefeitura Municipal de Guaçuí (Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Esportes), Funcultura/Secretaria de Estado da Cultura e comércio local.

Esperando contar com uma plateia lotada todos os dias nas diversas sessões, o Festival promete movimentar a cidade de Guaçuí, aquecer o cenário cultural da região do Caparaó e se confirmar como um dos principais atrativos do Espírito Santo.

Foto: Camila Curty.

Este evento ratifica o hábito da população da região do Caparaó em prestigiar os espetáculos que se apresentam no festival desde o ano de 2000.

Ao mesmo tempo, o público conhece as diferenças culturais de cada região
brasileira, quer seja do nordeste, do sudeste, do norte ou do sul do país.

O diretor do grupo Gota, Pó e Poeira e um dos organizadores do evento, Carlos Olla, ressalta que o Festival fomenta as artes cênicas, aproximando o público dos grupos e os grupos das aspirações do povo. “O público se envolve não só com o teatro, mas também com outras manifestações artísticas como a dança, fotografia e a música”, destaca.

O organizador ainda completa que “o festival propõe mais uma vez o prosseguimento dessa política de integração comunidade-artista-teatro, sendo um impulso permanente e necessário a atingir um amadurecimento teatral, partindo do município de Guaçuí, através do Grupo Teatral “Gota, Pó e Poeira”, com apoio da Secretaria de Estado da Cultura e da Prefeitura Municipal de Guaçuí, para outras cidades”.

Assim o 20º FESTGUAÇUÍ proporciona um enriquecimento cultural ao público e aos envolvidos nas oficinas e espetáculos, e o consolida como um dos pontos de referência de cultura no Estado.

Foto: Divulgação.

As atrações

Mantendo sua estrutura dos anos anteriores, o Festguaçuí deste ano recebe seis trabalhos adultos, cinco para infância e juventude, e quatro de rua, além de exposições, performances, debates e oficinas.

Conta também com um espetáculo convidado na abertura Burundanga – A revolução do baixo ventre, do Grupo Paiol de Teatro, de Vitória, com entrada franca e uma apresentação especial do projeto Circulação das Práticas Culturais Afro-brasileiras no Espírito Santo, de Cariacica, no dia 10, em praça pública.

Foto: Divulgação.

Ambos vêm pelo edital de Circulação Cultual do Governo do Estado.

A mostra reúne montagens do Sul do Estado do Espírito Santo, da grande Vitória, e ainda espetáculos inscritos de outras partes do Brasil, tais como São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Ceará, Paraná, Rio Grande do Sul,  e Minas Gerais, selecionados no ano passado, em agosto, tendo em vista a inscrição do Festival no edital setorial de artes cênicas, da Secretaria de Estado da Cultura. Como no ano anterior, a organização abriu edital on line.

Foto: Bruno Lopes.

Programação

Dia 04 de agosto

20H – Abertura oficial.

20H15 – Burundanga  –  A Revolução do Baixo Ventre –  Grupo Paiol  de Teatro  –  Vitória – ES.

Foto: Divulgação.

Dia 05 de agosto

14H – Peter Pan: Encontre o seu caminho –  Cia Poéticas da Cena Contemporânea – Vila Velha – ES

20H – Sertãohamlet –  Sertão Teatro Infinito Cia –  Goiânia – GO

Dia 06 de agosto

14H – A menina que queria ser estrela – Nós do Teatro – Cachoeiro/Vila Velha – ES

18H –  O Rei de Quase Tudo – Grupo Rerigtiba – Anchieta – ES (Rua)

20H – Quando as máquinas param – Grupo Imagens – Fortaleza – CE

Dia 07 de agosto

14H – Memórias de um quintal – Insensata  Cia de Teatro – Belo Horizonte – MG

18H – Um amor de carnaval – Cia As Lucianas – Rio de Janeiro – RJ (Rua)

20H – Os sequestrados – Cia Edilmar Fogos e Grupo Seis e meia – ES

Dia 08 de agosto

14H – Da mala que sai – Cia Sintonia Dominó –Rio de Janeiro –  RJ

18H –  Lavadeiras têm poder – Cia 3 Entradas – Ribeirão Pires – SP (Rua)

20H – Espera – N.A.P.E. (Núcleo Artístico de Primeiras Experiências) –  São Caetano do Sul – SP

Dia 09 de agosto

14H – De La Mancha: O cavaleiro trapalhão – Rococó Produções – Porto Alegre – RS

18H – Que festa é essa, criatura – Cia Incrível Teimosa – Londrina – PR (Rua)

20H – Borra – Cia Arroto Cênico – Nova Iguaçu- RJ

Dia 10 de agosto

14H – História, Historinha, Historieta –  Cia. Mais um Conto, Mais um  Ponto – Guaçuí – ES.

16H – Circulação das Práticas Culturais Afro-brasileiras no Espírito Santo – Cariacica – ES (Praça João Acacinho).

Siga, Curta e Compartilhe:
error