Pesquisa aponta que rádio deve superar a audiência da TV

Foto: Internet.

Uma pesquisa realizada pela empresa de auditoria e consultoria, Deloitte Global, e divulgada na última quarta-feira (13), aponta que em 2019 quase 3 bilhões de pessoas no mundo todo ouvirão rádio. A pesquisa ainda prevê que a receita global de rádio chegará a US $ 40 bilhões em 2019, um aumento de 1% em relação a 2018.

Além disso, a Deloitte prevê que o alcance semanal da rádio permanecerá quase onipresente, com mais de 85% da população adulta ouvindo rádio, pelo menos semanalmente, no mundo desenvolvido (a mesma proporção que em 2018).

Quanto ao tempo de audiência por faixa etária, segundo a pesquisa, a tendência é que haja um aumento de ouvintes jovens, com idades entre 18 e 34 anos.

Nos Estados Unidos, por exemplo, a empresa prevê que mais de 90% dos jovens de 18 a 34 anos ouçam rádio pelo menos uma vez por semana em 2019.

A média de tempo ouvindo o rádio é mais de 80 minutos por dia. Por outro lado, a audiência entre os jovens com a mesma idade está caindo três vezes, em relação a taxa de audição de rádio.

Seguindo esta proporção, os jovens americanos passarão a ouvir mais rádio que assistir TV tradicional até 2025.

Em relação aos adultos, a Deloitte Global prevê que em todo o mundo eles ouvirão uma média de 90 minutos de rádio por dia, aproximadamente a mesma quantia de 2018. 

Ainda segundo a Deloitte, é preciso melhorar a  disseminação da realidade por trás da resiliência do rádio. A eficácia da mídia para os anunciantes é evidente, porém ainda há muito o que ser aproveitado.

Siga, Curta e Compartilhe:
error