MP pede revogação de prisão de detidos na Operação Carro de Boi

Foto: Danielle Muruci.

O Ministério Público de Guaçuí encaminhou à Comarca da cidade, nesta segunda-feira (1), um pedido de revogação de prisão de seis detidos na Operação Carro de Boi.

No pedido, o atual promotor de Justiça do município, Ailton Barbosa do Canto, argumentou que não persistem mais os motivos que levaram ao pedido de prisão preventiva dos suspeitos, Daniel Sabatini, Denis Vaz, Hélio José Filho, José Areal Prado Filho, Eduardo José de Oliveira Almeida e Victor Oliveira Almeida.

Os nomes do empresário Carlos Alberto de Almeida Proveti e do vereador Walmir Santiago não são citados no documento.

Durante a deflagração da operação os suspeitos foram detidos, à pedido do então promotor responsável pelo caso, Gino Bastos, como medida cautelar, para garantir que não houvesse interferência nas investigações.

Contudo, o atual promotor entende que não há mais o risco de tal intervenção dos investigados.

O documento deve ser apreciado pelo juiz da comarca de Guaçuí, Bruno Fritoli Almeida, ainda esta semana.

Leia mais:

Santa Casa de Guaçuí fala das irregularidades e medidas tomadas

Promotor fala sobre investigação na Santa Casa de Guaçuí

MP realiza operação em Santa Casa de Guaçuí

Siga, Curta e Compartilhe:
error