Embaixador do Cazaquistão visita o Espírito Santo

Foto: Hélio Filho/Secom.

O governador do Estado, Renato Casagrande, recebeu, na manhã desta sexta-feira (3), o embaixador do Cazaquistão, Kairat Sarzhanov. O encontro no Palácio Anchieta, em Vitória, discutiu a possibilidade de incrementar os negócios entre o Espírito Santo e o país da Ásia Central. O subsecretário de Atração de Investimentos e Negócios Internacionais da Secretaria de Estado de Desenvolvimento (Sedes), Christiano Furtado, também participou da agenda.

Para Casagrande, foi uma ótima oportunidade de conhecer um pouco mais sobre o Cazaquistão. Ele reafirmou o interesse em estabelecer parcerias comerciais com o mundo e a sua tarefa de melhorar a nossa infraestrutura, visando o maior desenvolvimento do Estado.

“O Espírito Santo é muito bem localizado e queremos ser uma boa plataforma logística de comunicação com o mundo e do mundo com o Brasil. Por isso o investimento na área portuária é muito importante e os demais modais também, como rodoviário e ferroviário. Nossa principal pauta com o Governo Federal é encontrar soluções para os gargalos logísticos. Temos boas perspectivas de alcançar bons resultados nos próximos anos”, afirmou.

O governador aproveitou para destacar a agenda que está sendo construída em conjunto com a bancada federal para dar um salto em termos de competitividade: “Passamos por um momento conturbado na economia do nosso País. Os Estados dependem muito do Governo Federal. Temos um Estado pequeno, mas organizado. Nossa base econômica é muito diversificada, porém, o petróleo e gás é o setor mais forte. A siderurgia também é muito importante. Temos ainda uma base econômica em outros setores como hoteleiro, móveis, confecções e uma agricultura bastante moderna e forte”, reforçou.

Durante o encontro, o embaixador Sarzhanov relatou a realidade do Cazaquistão, país fronteiriço da China e da Rússia que tem 18 milhões de habitantes e é o nono maior do mundo. O país asiático conquistou a sua independência há apenas 26 anos. “O Brasil foi um dos primeiros países do mundo a reconhecer nossa república, e é o único país da América do Sul em que estabelecemos uma embaixada”, explicou.

Segundo o representante cazaque, eles têm o interesse em estreitar os laços comerciais com o Brasil. “Viemos ao Espírito Santo em busca de oportunidades. Convidamos o Governo e o setor produtivo a organizar uma comitiva e conhecer nossas potencialidades”, completou.

Para o subsecretário Christiano Furtado, há boas possibilidades de incremento do comércio com o país asiático. “Eu conheço o Cazaquistão e fiquei muito bem impressionado com esse país que já integra a lista dos 50 mais desenvolvidos do mundo, com a intenção de integrar a lista dos 30. Existem boas oportunidades de negócios e vamos trabalhar para aproveitá-las”, acrescentou.

Siga, Curta e Compartilhe:
error