Agricultores são premiados durante festa “Flor do Café” em Mimoso do Sul

Foto: Incaper.

Com o objetivo de premiar os cinco melhores cafés do distrito de Conceição do Muqui, e incentivar a constante melhoria da qualidade como meio mais eficaz na conquista de mercados e agregação de valor ao produto. O Instituto Capixaba de Pesquisa Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) realizou a festa “Flor do Café” no distrito de Conceição do Muqui, em Mimoso do Sul. O evento promove o incentivo e a valorização dos cafés especiais do município e reuniu cerca de 250 pessoas.

Jean Gomes de Moraes, extensionista do Incaper e coordenador do Escritório Local de Desenvolvimento Rural (ELDR) de Mimoso do Sul, explicou como surgiu a ideia de fazer o evento. “A ideia surgiu da Paróquia Imaculada Conceição juntamente com o apoio do Incaper em buscar uma forma de valorizar a cafeicultura do município e incentivar a produção de cafés especiais, buscando novos mercados e agregação de valor ao produto”.

O extensionista foi palestrante no evento: falou sobre o regulamento do concurso de qualidade, explicando o processo de avaliação e classificação e as etapas da avaliação sensorial dos cafés. Tássio da Silva Souza, também do Incaper, realizou a degustação das amostras, juntamente com a equipe da empresa Caparaó Junior, e explicou as características sensoriais de cada café apresentado na mesa da prova.

O evento realizado no dia 20 de setembro, contou ainda com a palestra de José Felipe Matieli, representante do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, que falou sobre “Propriedade Rural Sustentável”. João Pedro Grunewa, do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) ministrou a palestra “Defensivos Agrícolas e Queimadas”.

 “Esta é a 3° edição em que o Incaper de Mimoso do Sul participa. Trabalhamos com serviços de assistência técnica e extensão rural durante toda cadeia produtiva do café, ministrando palestras, cursos, reuniões e visitas, tudo isso em prol de uma cafeicultura mais rentável e sustentável. Acreditamos que esse é o caminho para permanência do pequeno produtor de base familiar na atividade”, acrescentou Moraes.

A cafeicultura é a principal atividade econômica de Mimoso do Sul. O município produz em torno de 160 mil sacas de arábica e 120 mil sacas de conilon (2015).

Veja os vencedores do concurso de qualidade:

1º José Nardeli Simoni 83,7 pontos

2º Adilson Silva do Carmo 81,8 pontos

3º Daniela Aparecida Leandro de Sá 79,3 pontos

4º Vinícius Campos do Carmo 78,8 pontos

5º Daiana Favari Toledo 78,5 pontos

Siga, Curta e Compartilhe:
error